Uber utiliza programa secreto para se esconder do governo

De acordo com o The New York Times, o Uber possui um programa secreto chamado “Greyball” que tem a capacidade de esconder motoristas do app de autoridades governamentais. Isso acontece porque, em muitas regiões do mundo, existem regiões nas quais a Uber é proibida de operar por causa de regulamentações locais.

O NYT afirma que o programa Greyball ainda é utilizada pela equipe da Uber. Na visão da empresa, esse programa serve para impedir que pessoas utilizem o serviço de transporte privado de maneira indevida. Ou seja: pessoas que se cadastram na Uber como motorista e violam termos de serviço para causar problemas ao aplicativo e favorecer outros.

O Greyball ainda é utilizado pela Uber em todo o mundo

“Quando o Uber começa as operações em nova cidade, onde as operações ainda não são claramente legais, a companhia seleciona um executivo para ficar a cargo do programa Greyball”, nota o NYT. “Essa pessoa tem o poder de desenhar um perímetro entorno de agências reguladoras, e observar usuários que abrem e fecham o app com frequência”.

Para a equipe da Uber, uma atividade de usuário mostrando que ele abre e fecha o aplicativo constantemente pode indicar que é alguma autoridade observando a empresa.

O Greyball, segundo o relato, vai mais longe: ele checa as informações do cartão de crédito do usuário para ver se elas batem com alguma cooperativa de crédito governamental ou policial — e celulares muito baratos também entram na vigilância do Greybal, afinal, as autoridades não costumam utilizar aparelhos como iPhone 7 ou Galaxy S7 Edge para realizar operações.

Sinal de problema

Se algum usuário da Uber receber a bandeira de “temos um problema aqui”, ou como eles fala, se tornar “Greyballed”, o programa toma algumas medidas bem interessantes: assim que o usuário abre o mapa do aplicativo, ele vê apenas um conjunto de carros falsos, simulando uma operação normal. Dessa maneira, “a meta é prevenir que eles consigam uma corrida e, talvez, vejam algum problema jurídico”.

Uber diz que o Greyball protege os interesses da companhia

A Uber respondeu o New York Times e disse o seguinte: “Este programa nega pedidos de corridas para usuários que estão violando nossos termos de serviço. Sejam pessoas com o objetivo de prejudicar fisicamente motoristas, concorrentes que buscam acabar com nossas operações ou armações com autoridades para prender motoristas”.

As atividades da Uber foram banidas de alguns locais no mundo. Agora, Texas (nos EUA) está seguindo o mesmo caminho e pretende banir tanto a Uber quanto a Lyft.

Oceans Mu
Ver Tv Com VC
Faa publicidade com a Pnico
Venha Ser nosso Parceiro


Envie esta postagem para um grupo no Facebook:


DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA MATÉRIA

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não da Rádio Pânico

Acesse o site do Comunidades.Net
Venha Ser nosso Parceiro
Venha Ser nosso Parceiro