Mulher é enterrada viva e morre sufocada antes de ser resgatada na Grécia

A polícia grega está investigando um caso inusitado ocorrido em um cemitério a oeste de Salonica, segunda maior cidade da Grécia, na quinta-feira passada (25).

Uma mulher de 49 anos, dada como morta pelos médicos que faziam seu tratamento de câncer, foi enterrada viva e faleceu antes que pudessem resgatá-la. A confusão aconteceu em Peraia, a 22 km da metrópole.

Mulher é enterrada viva e morre sufocada antes de ser resgatada na Grécia

Tudo acabou ocorrendo pouco mais de uma hora após o funeral da vítima. Um dos funcionários do cemitério e mais dois visitantes que estavam próximos ao local ouviram gritos e batidas vindos da sepultura recém-fechada. Eles então chamaram a polícia, mas quando finalmente o caixão foi escavado de dentro da terra e aberto à força, a mulher já não mostrava mais sinais de vida. Um médico chamado ao local atestou que sua morte se deu por asfixia.

A mãe de dois filhos havia tido seu óbito declarado na manhã do mesmo dia, na clínica em que fazia tratamento contra o câncer. A doutora Chrissi Matsikoudi, uma das médicas da empresa, afirmou não acreditar que a mulher estivesse viva ao ser enterreda. “Nós fizemos diversos exames, incluindo um que atesta que o coração já não funcionava mais”, explicou à TV grega MEGA.

Para ela, ainda, uma pessoa em estado de rigor mortis – termo médico para rigidez cadavérica – não poderia estar “gritando e se debatendo no caixão” do jeito como foi contado pelas testemunhas. A família da vítima está pensando em abrir uma ação contra os médicos responsáveis pela mulher na clínica.

Ver Tv Com VC
Shandy Games
Faa publicidade com a Pnico
Venha Ser nosso Parceiro


Envie esta postagem para um grupo no Facebook:


DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA MATÉRIA

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não da Rádio Pânico

Acesse o site do Comunidades.Net
Venha Ser nosso Parceiro
Venha Ser nosso Parceiro