Luana Piovani fala sobre violência contra a mulher: “Meus filhos jamais farão isso”

A agressão física sofrida por Luana Piovani quando namorava Dado Dolabella em 2008 continua sendo assunto nas entrevistas da atriz.

Para o jornal “Meia Hora”, ela declarou que desde então abraçou a luta contra a violência, principalmente em relação à mulher.

Luana Piovani fala sobre violência contra a mulher Meus filhos jamais farão isso
Luana Piovani quer se mudar para os Estados Unidos (Reprodução/Instagram)

“Eu nunca tolerei violência, mas depois disso virou uma barreira. É uma causa que eu luto. Tenho certeza que os meus filhos jamais farão isso, mesmo se eu não tivesse passado por isso. Não tenho vergonha da minha história, meus filhos vão saber dese fato e isso vai criar uma consciência diferente neles”, ela afirmou.

A atriz também revelou que pensa seriamente em se mudar com a família – ela está grávida de gêmeos, que vão se chamar Bem e Liz – para os Estados Unidos.

“Quero ir embora do Brasil. Acho que vamos morar nos Estados Unidos daqui a três ou quatro anos. Não penso em carreira internacional, mas quero me sentir bem e estamos conversando sobre isso. Quero começar a vida lá, não tenho medo. Quero ter paz e aqui não tenho. Tenho pânico daqui. Dom não vai poder andar de ônibus nunca? Vai ser um patricinho? Não quero ser atriz de Hollywood. Quero só ter dignidade e viver em paz. Eu trabalho pra caramba”, declarou.