Casal é obrigado a devolver filho adotivo aos pais biológicos e ele morre por negligência

Após serem obrigadas a devolver seu filho adotivo ao pais biológicos, Rachel e Heidi McFarland, que vivem em união estável em Iowa, nos Estados Unidos, viram a criança morrer por conta de negligência. 

A morte do bebê aconteceu poucas semanas após a devolução, forçada após a mãe biológica ter se arrependido de deixá-lo para adoção quando ele tinha três meses. As mães adotivas só souberam da morte por meio do noticiário local.

Casal é obrigado a devolver filho adotivo aos pais biológicos e ele morre por negligência


Markeya Atkins, mãe biológica da criança (Reprodução/Facebook)

Na mesma semana em que voltou para a casa de seus pais biológicos, a criança foi deixada sozinha por algumas horas no apartamento do casal e morreu. A TV local exibiu reportagem na qual afirmava que a causa da morte era negligência dos pais no cuidado ao bebê.

Markeya Atkins, 16 anos, mãe biológica da criança, a deixou com seu pai, Drew James Wheehler-Smith no apartamento do casal e saiu para trabalhar. Testemunhas afirmam que o homem deixou o local pouco tempo depois. Ao chegar em casa, Marekya viu que a criança não estava respirando e a levou para um hospital da região.

Ao dar entrada no pronto-socorro o bebê já estava morto. A polícia norte-americana acusa Drew James de negligência e investiga o caso para saber maiores detalhes sobre a morte.

“É como se ele tivesse sido levado de nós mais uma vez”, disse Rachel McFarland.

Oceans Mu
Ver Tv Com VC
Faa publicidade com a Pnico
Venha Ser nosso Parceiro


Envie esta postagem para um grupo no Facebook:


DEIXE SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA MATÉRIA

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não da Rádio Pânico

Acesse o site do Comunidades.Net
Venha Ser nosso Parceiro
Venha Ser nosso Parceiro