Após tratamento com anticoncepcional mulher perde os dedos dos pés


Mesmo sabendo que ela era portadora de trombofilia, a ginecologista de Daniele Medeiros receitou um anticoncepcional.

A funcionária pública Daniele Medeiros Alvarenga, 33 anos, sofreu uma embolia pulmonar, três paradas cardíacas, ficou dois meses internada no Hospital Oeste D’Or, no Rio, e passou 40 dias em coma.

Após tratamento com anticoncepcional mulher perde os dedos dos pés
Daniele teve embolia pulmonar depois de tomar Yasmin.
(Foto: Reprodução/Youtube/Época)

Tudo porque usou um anticoncepcional para tratar cistos no ovário, que causavam fortes cólicas.

Segundo Daniele, em entrevista a Revista Época, mesmo sabendo que ela era portadora de trombofilia – condição genética que aumenta em até 30 vezes o risco de formação de coágulos na corrente sanguínea de mulheres que usam hormônios – a ginecologista a receitou um contraceptivo “de baixa dosagem hormonal”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mulheres com a mesma condição genética que Daniele não devem tomar hormônios.

Ainda de acordo a publicação, Daniele passou três meses tomando Yasmin, fabricado pela Bayer.

Foi o suficiente para formar um coágulo em uma veia, que chegou aos pulmões e obstruiu a passagem do sangue pela artéria. Depois de acordar do coma, a funcionária pública não falava, pois havia sido submetida a uma traqueostomia. Além disso, andava e comia com muita dificuldade.

Para piorar a situação, Daniele perdeu todos os dedos dos pés. Eles foram amputados pois estavam necrosados. Segundo a Revista Época, a necrose foi provocada pelos medicamentos que a mantiveram viva. “Quando vi o empenho das pessoas para me salvar e me deixar com um dano mínimo, não lamentei a perda dos dedos”, diz em entrevista. Ela não tem vergonha de usar sandálias abertas. “É uma lembrança do que superei. Agora, vou lutar para que nenhuma outra mulher passe por isso”, explicou.

Outro caso
No ano passado, a professora universitária Carla Simone Castro, de 41 anos, também passou a tomar Yasmin, mas dessa vez para controlar cólicas provocadas por miomas no útero Ela sentiu fortes dores de cabeça e foi diagnosticada com sinusite e até ansiedade. Mas, o que de fato aconteceu com Carla era uma trombose cerebral que provocou um AVC. Resultado, a professora ficou estrábica e sem enxergar por três dias.

Ainda em recuperação, Carla apelou por mais cuidados ao receitar tratamentos com anticoncepcionais. “O que eu gostaria mesmo é que a classe médica entendesse que se existe um risco, por menor que seja, ele não pode ser subestimado. Se você vai tomar hormônio, passe antes em um hematologista, faça investigação genética, verifique se você não tem predisposição à trombose”, alertou a professora em um vídeo publicado pela Revista Época.

What's Your Reaction?

Cry Cry
0
Cry
Cute Cute
0
Cute
Damn Damn
0
Damn
Dislike Dislike
0
Dislike
Like Like
0
Like
Lol Lol
0
Lol
Love Love
0
Love
Win Win
0
Win
WTF WTF
0
WTF

Após tratamento com anticoncepcional mulher perde os dedos dos pés

Entrar

Captcha!

Recuperar a senha

Back to
Entrar
Choose A Format
Gif
GIF format